Inovação e boas práticas no comércio internacional

27 Julho, 2022 Comércio exterior

As empresas que cruzam fronteiras com seus produtos enfrentam desafios específicos, tanto internos quanto internacionais, além de uma concorrência global e requisitos extras em vários níveis. 

Portanto, desenvolver boas práticas e estar na vanguarda, tanto da evolução dos processos, estratégias e regulamentações, como da inovação tecnológica, é uma necessidade para sua permanência e prosperidade no mercado internacional. 

De acordo com analistas e especialistas no tema, estas são algumas das mais importantes e proveitosas: 

1.- Manter-se constantemente atualizado sobre as regulamentações internacionais

Os requisitos e procedimentos neste campo estão em constante mudança, e é necessário estar ciente destas mudanças em primeira mão, para evitar atrasos tanto na produção como na distribuição de mercadorias. Revisá-las regularmente evitará que as exportações sejam afetadas. 

2.- Todos os documentos em ordem, sempre 

Alinhado com o ponto anterior, a documentação necessária no envio global de produtos pode se tornar um obstáculo se você não tiver tudo o que precisa atualizado e disponível  para cumprir as diretrizes internacionais. 

Documentos incorretos ou incompletos atrasarão os embarques e a distribuição em geral, com o risco de cancelamentos e danos à reputação da empresa.

3.- Aproveitar o livre comércio

Cumprindo as normas e diretrizes dos acordos comerciais internacionais, tanto de fabricação (desde a gestão de materiais de origem e fornecedores) como de distribuição de mercadorias, pode-se conseguir uma alavancagem que dê essas vantagens regionais ao negócio.

4.- Terceirizar, regionalizar e consolidar os envios 

Diante das complexas necessidades de distribuição das empresas globais, e um  mercado internacional de crescentes exigências para que os produtos cheguem a tempo, conseguir um  parceiro logístico  para o transporte de carga local e regional é uma excelente alternativa para a otimização dos custos dos envios. 

Estas empresas podem avançar na inovação do transporte  e ter melhores oportunidades de planejar rotas estratégicas  para o seu negócio. 

Além disso, aumentam as opções para agrupar de forma eficiente os envios de acordo com a proximidade regional dos clientes e os centros de distribuição, para diminuir custos e, inclusive, melhorar o cumprimento dos prazos de envio.

5.- Priorizar o papel vital da tecnologia 

É um fato que as novas tecnologias estão criando novas oportunidades para o sistema comercial internacional, ao mesmo tempo em que ajudam a reduzir seus custos, o que, por sua vez, promove o crescimento da atividade comercial. E estamos falando tanto dos custos de transporte, como dos custos logísticos, custos dos serviços portuários e procedimentos aduaneiros, os de obtenção de informações necessárias, os de transação e os obstáculos de política comercial. 

Um exemplo claro é como a inteligência artificial e a condução autônoma provaram reduzir os custos de transporte. 

A adoção generalizada destas tecnologias digitais transformou a atividade econômica e alterou a composição do comércio como um todo, gerando hábitos de compra cada vez mais centrados na Internet e colocando ao alcance das empresas dados vitais sobre as preferências dos consumidores, permitindo-lhes adequar-se aos seus ciclos de produção e estratégias comerciais. 

Assim, a qualidade e o nível das infraestruturas digitais tornaram-se novos fatores de vantagem comparativa, uma vez que têm a capacidade tornar menos importantes as distâncias, tanto geográficas, como culturais e linguísticas, facilitar a procura de produtos, proporcionar melhores mecanismos de controle de qualidade e simplificar as transações transfronteiriças.

6.- Adaptar-se ao mercado escolhido

Após escolher um mercado ao qual se dirigir com sua oferta de produtos, será necessário analisar esse mercado, verificar se se ajusta ao seu negócio, se é fácil de entrar nele e se vale a pena.

Embora um website ou as redes sociais de uma empresa possam ter um alcance global, será mais eficaz se dirigir a regiões específicas com estratégias de vendas adaptadas  à cultura e ao poder de compra de uma região. Ou seja, não é suficiente traduzir mensagens 

De marketing, é necessário adaptá-las, o que não significa que não se possa multiplicar os mercados aos que você se dirige, desde que se colete o feedback necessário para ter sucesso em  cada um deles. 

O comércio internacional é uma atividade complexa, por isso é fundamental que as empresas exportadoras considerem estas boas práticas, e também aproveitem a diminuição dos custos logísticos para obter uma maior participação nele e ter sucesso em novos mercados. 

New call-to-action

Junte-se à conversa!

Deixe seu comentário

Mais sobre Comércio exterior

Tudo sobre Incoterms em logística [Infográfico]

Geralmente, quando acontece uma compra e venda internacional existem diferentes interpretações segundo as regras de cada país.

Transporte aéreo: tudo o que você deve saber para fortalecer sua logística

A logística aérea se converteu em um elemento quase indispensável do comércio exterior tanto pelo alto valor de algumas mercadorias quanto pelo imediatismo de entrega que os clientes finais demandam

Panorama global do comércio marítimo

A indústria marítima foi considerada pilar do comércio internacional desde as antigas civilizações graças a que possibilita a compra-venda de carga e o transporte de pessoas. Com mais de 50 mil navios mercantes de 150 países, atualmente é uma das indústrias mais globalizadas do mundo em termos de propriedade e operações.

Publicações mais recentes

Benefícios de um WMS para a administração de armazéns

O mais transcendente da cadeia de suprimento começa no armazém: o lugar onde os produtos são organizados e guardados para serem distribuídos. Por isso os sistemas de administração de armazém (WMS), criados para ajudar a dirigir cada passo no movimento do inventário, evoluíram tanto nos últimos anos.

Tudo sobre Incoterms em logística [Infográfico]

Geralmente, quando acontece uma compra e venda internacional existem diferentes interpretações segundo as regras de cada país.

Transporte aéreo: tudo o que você deve saber para fortalecer sua logística

A logística aérea se converteu em um elemento quase indispensável do comércio exterior tanto pelo alto valor de algumas mercadorias quanto pelo imediatismo de entrega que os clientes finais demandam