Origem, vantagens e como escolher um 3PL

10 Dezembro, 2018 Tudo sobre logística

Um serviço de terceirização 3PL permite otimizar a cadeia de abastecimento e economias nos processos logísticos.

Com a globalização do comércio, a evolução constante dos mercados e a rápida aceitação do e-commerce por parte dos consumidores, os sistemas de armazenamento e distribuição de mercadorias se tornaram cada vez mais complexos.

Se a isso se somar que o elo final da cadeia de abastecimento, a atenção ao cliente, adquiriu mais importância como fator que impulsiona a competitividade das empresas, é evidente que se requer um serviço integral de logística que responda a esses novos desafios.

A logística transitou por um caminho evolutivo que vai desde quando as operações de armazenamento e distribuição eram realizadas pelo próprio fabricante até o mais avançado hoje em dia que envolve a função de um consultor dedicado exclusivamente a planejar e gerenciar as atividades logísticas, fazendo uso de diferentes fornecedores de serviços.

Isto deu lugar ao surgimento de diferentes tipos de operador logístico, reconhecidos pelas siglas 1PL, 2PL, 3PL e 4PL, cuja diferenciação depende do nível de serviço que é oferecido para otimizar a cadeia de abastecimento.

O que cada um faz? 

A sigla PL faz referência ao termo em inglês "Party Logistics" e quando se inclui o 1 significa que o próprio fabricante se encarrega da logística sem contratar nenhum fornecedor externos.

2PL foi a primeira etapa na evolução deste tipo de operações que aconteceu quando as empresas requereram o apoio de outra empresa para que a ajudasse a cumprir as tarefas logísticas, especialmente diante da necessidade de cobrir uma maior área geográfica de entrega, envolvendo geralmente a subcontratação do serviço de transporte.

O 3PL teve seu auge quando os fabricantes requereram um fornecedor que se ocupasse dos processos de armazenamento e distribuição para poder se enfocar na otimização de seus processos de produção e na qualidade de seus produtos. Neste sentido, um 3PL ou Third Party Logistic funciona como intermediário "silencioso" entre a empresa e seus clientes finais, mantendo transparência nesta relação, além de não se envolver em temas de faturamento nem ordens de compra.

Um serviço 3PL também é conhecido como Logística Terceirizada.

Finalmente, a complexidade dos mercados deu passagem ao 4L como um serviço mais robusto e integral que inclui consultoria sobre a gestão das cadeias de abastecimento contratando, por sua vez, fornecedores dos serviços tipo 3PL de instalações, armazenamento e equipamento de transporte para a distribuição. 

Quais são as vantagens da terceirização? 

A principal é a redução de custos de operação através das economias em escala, assim como também a otimização da produtividade e qualidade no serviço que se oferece ao cliente final.

Outros benefícios são:

  • Reduzir o risco ao aproveitar os conhecimentos e experiência do fornecedor de 3L.
  • Evitar grandes investimentos em instalações, equipamento e softwares quando se busca entrar em novos mercados.
  • Não incorrer em custos fixos e sim administrar o gasto como custos variáveis em função da demanda e da sazonalidade dos produtos.
  • Dispor das ferramentas tecnológicas mais avançadas para otimizar rotas e dar seguimento pontual às mercadorias.
  • Enfocar-se nas atividades produtivas próprias da empresa e na perseguição das metas estratégicas.
  • Ter acesso a propostas inovadoras para o melhoramento da cadeia de abastecimento.

Além disso, os operadores 3PL podem, por sua vez, ser subcontratados por um operador 4PL no caso de grandes projetos nacionais ou internacionais para oferecer seus serviços de armazenamento, inventários, distribuição, logística inversa e rastreabilidade em outros destinos. 

Como escolher o operador logístico adequado?

Ainda que se possa pensar que o custo é o fator principal no momento da escolha, não é conveniente se deixar guiar apenas pela melhor proposta econômica.

Deve-se escolher o fornecedor logístico com base no valor que forneça às necessidades específicas da empresa, avaliando particularmente estes elementos: 

  • Conte com infraestrutura que preste serviço a marcas semelhantes às de sua empresa para manejar a operação logística.
  • Experiência no setor em que sua empresa opera.
  • Comprovada experiência que apoie a confiabilidade e qualidade de seus processos; por exemplo, o resultado de entregas a tempo, flexibilidade a mudanças de temporada, proatividade diante da apresentação de emergências, propostas de melhoria da logística da cadeia de abastecimento, entre outros fatores.
  • Capacitação e experiência de seu pessoal, certificações nacionais e internacionais.
  • Capacidade para oferecer soluções (em infraestrutura e recursos) conforme aumentem os requerimentos de seu negócio.
  • Habilidade para personalizar os serviços que presta de acordo com as necessidades de sua empresa.
  • Amplo portfólio de clientes e soluções, e comprovada estabilidade em giro.
  • Nível de atenção e serviço personalizado de um assessor ou líder de conta.

Busque um operador logístico que possa ser um aliado de seu negócio e que esteja alinhado e interessado em ajudá-lo a cumprir seus objetivos estratégicos.

A relação de colaboração que você estabelecer com ele te ajudará a impulsionar sua rentabilidade e competitividade.

New call-to-action

Junte-se à conversa!

Deixe seu comentário

Mais sobre Tudo sobre logística

Como tomar decisões logísticas estratégicas e eficientes para o sucesso empresarial

Destacar-se no seu setor não significa apenas superar a concorrência em termos de produtos e serviços, mas também em termos de eficiência e satisfação do cliente. Descubra como você pode otimizar sua cadeia de suprimentos e se destacar em seu setor.

A chave para o sucesso empresarial: Descubra como terceirizar seus serviços logísticos e potencializar sua cadeia de suprimentos

A gestão de armazém é um desafio. Por isso, na Solistica somos especialistas no assunto para acompanhá-lo e manter o equilíbrio e a eficiência. Para conseguir isso, é essencial utilizar métodos que nos permitam ter o controle do processo do início ao fim... ações-chave para maximizar o desempenho do armazém e alcançar um nível ideal de gestão logística.

Principais indicadores e ferramentas para a análise de inventários

A gestão de inventários é um dos principais aspectos para o sucesso das empresas. De fato, as empresas bilionárias consideram esta tarefa como uma prioridade, porque contar com o volume ideal de estoque (suficiente, mas não em excesso) ajuda a otimizar custos, maximiza a produção e as vendas, ao mesmo tempo em que evita perdas devido ao excesso ou déficit de itens cruciais.

Publicações mais recentes

Um Novo Capítulo: Solistica e Johnson & Johnson avançam juntos com uma nova operação

Descubra como essa operação estratégica está redefinindo os padrões logísticos, oferecendo soluções customizadas e garantindo a satisfação dos clientes. Explore mais sobre esta parceria promissora e apoie-nos em nossa jornada para o sucesso contínuo!

Avançamos juntos: Descubra o poder da logística integrada no novo armazém Solistica CDC TultePark

O novo centro logístico Solistica CDC TultePark, no México. Com 18 mil m2 de modernidade e eficiência, este centro de distribuição eleva os padrões de qualidade, segurança e sustentabilidade do setor.

O cross docking: uma estratégia logística inovadora que reduz custos e melhora a eficiência da cadeia de suprimentos.

Na Solistica estamos comprometidos com a segurança viária e a eficiência em nossas operações. Conheça nossas práticas exemplares, reconhecidas pelas autoridades e premiadas pela nossa dedicação à segurança.