Solistica ao dia

Entérate de los más recientes acontecimientos e innovaciones en nuestra industria.

Solistica ao dia

Fique por dentro dos acontecimentos mais recentes e inovações em nossa indústria

Solistica ao dia

Find out about the latest developments and innovations in our industry

Solistica ao dia

Conoce algunos de nuestros casos de éxito y las soluciones que hemos desarrollado para nuestros clientes

Solistica ao dia

Conheça alguns de nossos casos de sucesso e as soluções que desenvolvemos para nossos clientes

Solistica ao dia

Get to know some of our successful stories and the solutions we have developed for our clients

Entérate de los más recientes acontecimientos e innovaciones en nuestra industria
    25 nov 2019

    Como superar os picos de altas temporadas em logística

    Tudo sobre logística
    Compartilhar:

    Se existem altas temporadas para os comércios, em particular para os varejistas, também existem para carregadores e transportadores. 

    Em geral, esta época começa com a “volta às aulas”, passando pela Black Friday, Cyber Monday, a temporada de Natal e termina com o final do ano. Pode-se dizer que os últimos meses do ano são a melhor temporada de compras. De fato, para alguns varejistas, a temporada de festas pode representar até 30% das vendas anuais, e claro, todos querem seus produtos disponíveis quando os compradores aumentam o pico de vendas.

    Trata-se de uma temporada em que a demanda cresce tanto que pode causar uma capacidade limitada, preços de fretes mais caros e uma dor de cabeça para a logística. Entretanto, como fenômeno que ocorre todos os anos, as empresas devem prevê-lo antes que a loucura comece.

    O planejamento eficiente permite superar esta temporada difícil. Como fazer com que a cadeia de suprimento nestes picos? Aqui estão alguns conselhos:

    Prognosticar e prever

    Entrar na alta temporada de envios com um prognóstico claro de como será para o  negócio é o primeiro passo. O ideal é usar os dados de anos anteriores para prognosticar as vendas e relacioná-los com as tendências da indústria, para determinar o que e de quanto será a demanda.

    Assim é possível, por exemplo, reduzir os envios não essenciais, isto é, concentrar-se no transporte de mercadoria que é fundamental para o negócio em lugar de movimentar produtos com um poder de venda não comprovado.

    Priorizar os envios de carga máxima

    Se há produtos específicos que precisam chegar a tempo, especialmente se tiverem um pouco mais de demanda que outros produtos, eles devem ser os primeiros a serem considerados na gestão de distribuição e transporte, porque durante a alta temporada, os envios costumam atrasar devido ao aumento nos riscos próprios da temporada.

    Para isso, os agentes de carga devem saber quais caixas ou contêineres têm os produtos de maior prioridade e avisar aos terceirizados que reenviem antes de fazer o despacho, para ajudar a garantir que os produtos de maior prioridade estejam protegidos.

    Envios divididos

    Enviar o possível, quando possível, bem que poderia ser um mantra durante a alta temporada. Escalonar o envio serve para garantis ter pelo menos alguma coisa em estoque, independentemente de possíveis atrasos.

    Por exemplo, se vários contêineres forem enviados em um único embarque, separá-los em várias faturas oferece melhores possibilidades de obter alguns deles se outros forem parados no caminho. Ou, para um envio de 100 caixas, colocar 30 em um avião para que cheguem em poucos dias e o resto por meios mais econômicos. Embora o frete aéreo custe mais, e o envio duplo pareça mais complicado, é mais importante contar com um estoque de segurança.

    Evitar baldeações

    Alguns transportadores dependem de baldeações ou envios indiretos, e, embora alguns desses envios possam ser econômicos, corre-se o risco de que sejam lançados duas vezes, uma vez no primeiro trecho e outra vez no segundo trecho. Durante a alta temporada, é mais provável que isso aconteça.

    Garantir os envios é se proteger desde o princípio

    A importância do seguro de carga para qualquer envio é particularmente relevante durante a alta temporada. Com mais transportes e mais carga, o risco de que algo dê errado é maior. Além disso, o roubo de carga tende a aumentar durante a alta temporada. Se os produtos nunca chegarem ou forem danificados durante o transporte, as empresas poderiam ter perdas graves, portanto, é melhor contar com um seguro integral (que inclua transporte marítimo e aéreo se for o caso) para manter a carga protegida de qualquer risco.

     

    Conseguir um parceiro 3PL confiável

    Entre todas as decisões que devem ser tomadas para administrar os envios, particularmente na alta temporada, a escolha de um parceiro logístico confiável é vital para assegurar a rentabilidade da operação.

    Diversificar as opções de fornecedores abre uma combinação de contratos de transportadores, diferentes opções de tempo de deslocamento e diferentes níveis de serviço. Entretanto, as empresas desejam contar com alguém que conheça o negócio, e por isso é necessário escolher bem. Configurar um sistema para manejar as fortes demandas sazonais é complicado. Em troca, um fornecedor de logística externo ajudará com isso para que as companhias possam se concentrar em seu negócio principal.

    Claro que o melhor momento para encontrar um parceiro logístico para a alta temporada é procurar antecipadamente.

    Controladores e capacidade seguros

    A falta de caminhoneiros continuará sendo um desafio durante a Peak Season. A falta de condutores e, portanto, de capacidade de transporte de carga, gerará tempos de deslocamento maiores e uma logística ineficiente.

     

    Ao externalizar a operação, é possível utilizar as taxas contratuais para evitar a volatilidade e a incerteza do mercado com taxas spotde alta temporada. Trabalhar com um 3PL para aproveitar suas redes de envioé a opção mais inteligente para enfrentar as demandas da temporada.

     

    Contar com um orçamento realista

    É crucial entrar na alta temporada de vendas varejistas com um orçamento realista e um plano. Para tanto, é necessário esperar que aumentem as tarifas de envio e considerar cenários "o que aconteceria se" com este orçamento. É recomendável voltar a examinar os custos de envio em relação aos anos anteriores, explorando os benefícios potenciais das tarifas contratuais em lugar das tarifas spotde mercado e considerando utilizar rotas de deslocamento de contêineres menos procuradas e, portanto, mais baratas.

     

    Aproveitar a tecnologia

    A tecnologia dos sistemas de gestão do transporte (TMS)pode ajudar a otimizar as rotas, especialmente durante os períodos pesados de envio. Um TMS realiza um acompanhamento de onde está um produto e quando ele deve chagar aos destinos principais. Este nível de visibilidade da cadeia de fornecimento permite se comunicar de maneira eficiente com os parceiros comerciais e inclusive possibilita simular vários cenários de envio para conhecer as opções de envio escalonadas e rotas alternativas.

     

    Implementar um plano de capacidade confiável pode evitar muitos dos problemas que qualquer Peak Season acarreta. Assim, todos conseguem o melhor destas datas, que deveriam ser, em resumo, boas notícias para os negócios.

    Sobre el autor pt-br
    Solistica
    Solistica

    El contenido de esta publicación es brindado por el autor y no representa la posición de la empresa respecto al tema

    Buscador

      Motor de busca

        Search

          Artículos Recientes

          Artigos Recentes

          Recent Articles

          Historias Recientes

          Histórias Recentes

          Recent Stories

          Suscríbete al Blog

          Inscreva-se no nosso blog

          Subscribe to the Blog

          New call-to-action
          Panorama da indústria logística

          Assine aqui!