Controle de inventários automatizado na indústria de manufatura

25 Abril, 2022 Warehouse y servicios de valor agregado

Se buscamos gerenciar os inventários da melhor forma possível que as possibilidades atuais permitem, em um mundo cada vez mais automatizado, não basta seguir um sistema de gestão de armazéns (WMS). 

Com as flutuações das cadeias de suprimentos globalmente, e o fluxo de estoque cada vez mais intrincado dentro dos centros de distribuição, são necessárias capacidades mais avançadas: as de um sistema WES

Os centros logísticos atuais precisam de visibilidade completa do inventário. Além disso, podem ter múltiplas áreas de automação, com subsistemas como soluções de armazenamento e recuperação automatizados (AS/RS) ou sistemas robóticos de bens para pessoas (GTP), que podem ter um software que administre alguns aspectos do inventário, juntamente com funções de armazenamento e localização de contêineres. 

Então, fazer com que esses subsistemas interajam sem problemas com o WMS em tempo real, bem como o reabastecimento oportuno de SKU que necessitam de múltiplos sistemas de seleção, requer algo mais, e assim o software de sistema de execução de armazém (WES) evoluiu. 

Medir o fluxo de mercadorias em torno da liberação de pedidos é outra das vantagens do WES, uma categoria de software entre a automação e o WMS, e que oferece uma combinação de fornecedores, incluindo alguns fornecedores de WMS. 

Na distribuição atual, há cada vez mais processos e sistemas que precisam ser sincronizados para o fluxo de produtos. E, se isto não for feito de forma eficaz, levará a gargalos. Portanto, embora as principais características de gestão de inventário no WMS ainda sejam importantes, quando se trata de medir o fluxo de estoque para a automação, as coisas estão mudando para dar lugar a uma abordagem mais ágil para a liberação de pedidos. 

Vantagens de um sistema de controle de inventários altamente automatizado

Os sistemas de automação otimizados oferecem:

  • A certeza de estar em conformidade com as regras e regulamentos Uma grande redução do risco de erros
  • Mais eficiência operacional
  • Uma redução significativa nos tempos 

Para que serve o WES? 

O principal uso do WES é criar um fluxo de trabalho nivelado, administrando a liberação de pedidos para processos e sistemas no armazém, aproveitando ao máximo a robótica e o maquinário. 

O WMS continua sendo, geralmente, o principal sistema de registro da maioria dos dados de inventário e a base transacional do armazém para os processos de recebimento, armazenamento e cross-docking, enquanto o WES com monitoramento em tempo real dos níveis de inventário é cada vez mais implementado para a liberação inteligente de pedidos, pois permite nivelar as cargas e extrair o trabalho através de um armazém, alocando então o inventário e o reabastecimento. 

A função de orquestração do WES é notável, pois examina os pedidos, analisando a disponibilidade de recursos e inventário na forma como libera o trabalho e aciona as atribuições de inventário necessárias, de modo que com o menor número de SKU e reabastecimentos de inventário, a operação vê o máximo desempenho. 

Mais inteligência aplicada 

A vantagem de deixar o WES fazer isso é que você pode observar todo o fluxo de trabalho e inventário de uma forma mais holística, não apenas o que faz um sistema de bens para pessoa, mas todos os outros sistemas automatizados e manuais, e gerenciar todo o fluxo de mercadorias. 

A capacidade WES se comunica e troca informações com sistemas de automação para organizar pedidos de forma inteligente, de modo que ela conhece o status da automação, os níveis de inventário atuais e tem lógica e regras para priorizar a qual sistema atribuir o trabalho. Também pode alterar dinamicamente o roteamento do trabalho, ou seja, toma decisões em tempo real, o que lhe permite intervir e otimizar todo o processo. 

Por exemplo, um WES pode detectar congestionamento em um sistema de parede de colocação e rotear temporariamente o trabalho que normalmente processa essa parede de colocação por meio de algum método alternativo, como um processo de seleção de carrinhos. Então, quando o congestionamento é liberado no sistema put-wall, o WES libera o trabalho de volta para ele. Ou seja, há mais uso de inteligência e aprendizado de máquina para aproveitar

todas as oportunidades de otimização e determinar o que enviar, quando enviar e quando reabastecer. 

Por fim, ter um WMS e um WES totalmente integrados ajuda a garantir a escalabilidade das operações do armazém à medida que ele cresce. 

New call-to-action

Junte-se à conversa!

Deixe seu comentário

Mais sobre Warehouse y servicios de valor agregado

Microcentros de distribuição de última milha

A indústria de retail está passando por uma verdadeira revolução, acelerada pela pandemia, na qual o crescimento do volume de entregas de compras online é acompanhado pela demanda de prazos de entrega cada vez mais curtos, informações detalhadas sobre a hora exata da entrega, e canais eficientes para a gestão de devoluções.

Controle de inventários automatizado na indústria de manufatura

Falamos sobre as capacidades WES para otimizar o desempenho de um armazém e a preparação de pedidos.

O que é contagem cíclica

Vamos falar da contagem cíclica, uma alternativa ágil às contagens de inventários anuais. Continue lendo!

Publicações mais recentes

A embalagem de mercadorias e suas considerações para exportação

Além da proteção e salvaguarda das mercadorias, a embalagem é importante por razões logísticas e legais. Conheça-as aqui!

Gestão bem-sucedida da cadeia de suprimentos e suas fases

Você vende alimentos de alta rotatividade? Você deve conhecer as cadeias de suprimentos para alimentos e sua gestão correta. Continue lendo!

A embalagem, suas possibilidades e seu impacto na distribuição de mercadorias

Conheça os tipos de embalagens, suas características, as alternativas e o que elas podem fazer pelos seus produtos. Continue lendo!