5 maneiras como a inteligência artificial pode melhorar a logística

15 Fevereiro, 2023 Tendências logísticas

A inteligência artificial não é apenas mais um avanço tecnológico, ela revolucionou a vida cotidiana e está acelerando a evolução de todas as indústrias, e a logística não é exceção.

Seu uso está abrindo uma ampla gama de possibilidades que representam, em muitos casos, mudanças radicais na operação dos sistemas logísticos em todas as etapas e fases da cadeia.

Desde o próprio planejamento, com o uso de IA, juntamente com big data, as organizações estão conseguindo ser mais proativas, ao deduzir a intenção que os usuários têm de consumir certos produtos, ou seja, agora têm a capacidade de prever a demanda de seus mercados e, com isso, se adaptar antecipadamente e agir de acordo com uma logística para evitar tanto a falta de estoque como os excessos de armazenamento, economizando assim os recursos que isso representa.

Como consequência, cada vez é mais acessível a operação para os gestores de cadeias de suprimento e profissionais da logística, o que também se traduz diretamente em crescimento e vantagens competitivas para as empresas.

Mas há aplicações específicas da IA que estão fazendo a diferença na logística.

Por exemplo:

  1. Armazéns automatizados

Os armazéns são o coração da logística, e seus processos representam grandes desafios e. áreas de oportunidade. Com inteligência artificial potencializando um software de gestão com robótica aplicada é possível automatizar operações como o transporte e a colocação de produtos, atribuindo apenas os recursos necessários para isso.

Inclusive, existem “armazéns inteligentes” onde a inteligência artificial permite visualizar os dados dos objetos. Na realidade, é possível automatizar praticamente todo o dia a dia de um armazém.

Um bom exemplo são os armazéns com plataformas on-line, que utilizam inteligência artificial para automatizar processos como o recebimento de suas mercadorias e a embalagem delas. Com um reconhecimento de objetos sem códigos de barras, coloca-se no lugar os produtos após serem descarregados dos contêineres. Rapidamente, enquanto se realiza uma embalagem 3 D, os produtos podem ser medidos simultaneamente através de IA e visão computadorizada, também sem a necessidade de escanear códigos de barras.

  1. Automação e visibilidade da cadeia de suprimentos

Nas cadeias de suprimentos, muitos processos podem ser automatizados com IA, desde o acompanhamento de pedidos e a atualização de inventários em tempo real, até a emissão de pedidos de abastecimento, melhorando ao mesmo tempo a rastreabilidade das mercadorias. Cabe lembrar que, em geral, investir em tecnologia otimiza a cadeia de suprimentos.

  1. Coordenação do transporte

Com IA podem ser traçadas rotas ideias para as entregas, e elas também recalculadas e/ou alteradas em tempo real, se necessário. Poder visualizar e direcionar os deslocamentos de mercadorias permite uma melhor gestão dos armazéns.

  1. Aumento da produtividade

O uso de algoritmos e cálculos automáticos permitem a criação de melhores soluções para aumentar significativamente a produtividade no armazém, especialmente para os retailers on-line. Além disso, já existem robôs controlados por IA que garantem uma comunicação simultânea e praticamente livre de erros, o que também contribui para este aspecto.

  1. Processamento contábil

Uma IA tem a capacidade de lidar com funções essenciais do negócio em volumes muito maiores, por exemplo, processar milhões de faturas, de milhares de vendedores, parceiros e fornecedores, tirando um enorme fardo das equipes de contabilidade da logística.

Além disso, as tecnologias de IA, como o processamento da linguagem falada, são capazes de extrair informações essenciais, tais como valores de faturas, informações de contas, datas, endereços e partes envolvidas, a partir da multiplicidade de faturas que a empresa recebe.

Uma vez classificados os dados, um bot de RPA (automação de processos robóticos) pode extraí-los e inseri-los no software da empresa para gerar um pedido, executar um pagamento e enviar ao cliente um e-mail de confirmação, tudo sem intervenção humana.

Existem até mesmo sistemas com estas tecnologias que podem ser usados para detectar faturas fraudulentas.

Alguns benefícios de integrar a IA na cadeia de suprimentos

Automação de tarefas

Existem sistemas de visão artificial capazes de identificar erros ou prever necessidades, alertando também o pessoal humano para resolvê-los, o que agiliza o processo de gestão de mercadoria em armazéns para fazer isso no menor tempo possível. Nesse sentido, a inteligência artificial também pode ser utilizada para programar ou executar tarefas de manutenção em armazéns e transporte.

Organização da demanda

Saber antecipadamente o que os clientes precisam é um fator crucial para otimizar a cadeia de suprimentos. Isto é conseguido através do conhecimento dos dados extraídos pela própria empresa, mas também insights sobre tendências macroeconômicas, estatísticas e de consumo que ajudam a gerenciar melhor a cadeia de suprimentos.

Os modelos de IA incluem componentes preditivos que podem ser usados para adaptar o planejamento às diversas situações, tanto na própria cadeia de suprimentos como na resposta à evolução dos mercados mundiais, como por exemplo, mudanças na. demanda, flutuações nos preços, mudanças de fornecedores, etc. Esta natureza preditiva da IA permite planejar com antecedência, ou seja, o sistema aprende com essas mudanças e melhora com o tempo.

Resolve problemas de logística

A IA fornece modelos com uma descrição mais detalhada para resolver problemas logísticos.

Ao acrescentar fases de experimentação e simulação, sua validação se aproxima mais à realidade. Por exemplo, no transporte, combinar inteligência artificial com analítica e big data ajuda a reduzir custos, bem como contribui para fornecer informações relevantes para melhorar os indicadores de sustentabilidade da empresa.

Ajuda na gestão de armazéns e estoques

Se você administra SKUs dentro do inventário, a IA pode ajudá-lo a localizar produtos em tempo real, acompanhar as vendas, saber o status do inventário, prever necessidades na demanda e detectar erros ou fraudes na cadeia de suprimentos.

Os prazos de entrega dos fornecedores afetam diretamente a eficácia e produtividade da cadeia de suprimentos. Com inteligência artificial e analítica é possível responder rapidamente a esses imprevistos, e até antecipá-los, dando uma informação do que poderia acontecer em toda a cadeia. Um exemplo é a construção de gêmeos digitais para tarefas preditivas e de diagnóstico.

A Solistica integra a IA em todos os seus processos: na armazenagem, dispõe de sistemas automatizados que permitem a economia de espaço e a gestão inteligente, bem como reduzir ao máximo o tempo de manobras. E no transporte, com sistemas para a otimização de rotas, gerenciamento de riscos e manutenção de frotas.

Em resumo, as contribuições da IA na cadeia de suprimentos seja em sua etapa de armazenamento, transporte de carga ou última milha permitem que as empresas tornem a operação logística mais eficiente e confiável.

Usada estrategicamente, a IA pode reduzir erros, minimizar riscos e operações repetitivas, ao mesmo tempo em que oferece muitos aplicações que podem acelerar a logística e, em última instância, aumentar a competitividade. Certamente seu uso vai continuar criando um impacto importante nos processos logísticos em um futuro próximo.

 

 

Junte-se à conversa!

Deixe seu comentário

Mais sobre Tendências logísticas

KPIs em logística, chaves para eficiência e sucesso operacional

Melhore seu desempenho logístico com KPIs estratégicos. Descubra como os indicadores-chave ajudam a otimizar a cadeia de suprimentos, reduzir custos e aumentar a satisfação do cliente.

A Revolução digital na logística: Explorando oportunidades e desafios

A adoção de soluções tecnológicas em logística tornou-se essencial na busca por uma gestão mais eficiente e competitiva num ambiente de negócios cada vez mais digitalizado. Estas tecnologias proporcionam maior visibilidade e controlo sobre as operações logísticas, permitindo uma tomada de decisão mais informada e ágil.

Resiliência da cadeia de suprimentos: Um pilar fundamental na era moderna

Num mundo interligado e globalizado, a gestão eficiente da cadeia de abastecimento é essencial para o sucesso e a sustentabilidade das empresas. A resiliência, mais do que simplesmente resistir, envolve adaptação e fortalecimento diante das adversidades para garantir a continuidade dos negócios e a satisfação dos clientes.

Publicações mais recentes

KPIs em logística, chaves para eficiência e sucesso operacional

Melhore seu desempenho logístico com KPIs estratégicos. Descubra como os indicadores-chave ajudam a otimizar a cadeia de suprimentos, reduzir custos e aumentar a satisfação do cliente.

Experiência do Cliente na Cadeia de Suprimentos: Estratégias para o Sucesso

Descubra como a experiência do cliente se tornou um diferencial estratégico no setor logístico e como você pode otimizar seus serviços para atender às demandas e expectativas de seus clientes.

Rumo à excelência: Descubra o poder da logística abrangente

Descubra como a logística ponta a ponta pode levar seu negócio ao sucesso, otimizando sua cadeia de suprimentos para reduzir custos, melhorar a eficiência e atender às necessidades dos clientes.